sexta-feira, 31 de março de 2017

PESSOA EM DÁRIO DE BARROS


ESTÚDIO - ELPS 122

Lado 1
O Menino De Sua Mãe (Fernando Pessoa/Carlos França) - Sonho Afadistado (Carlos França) - Receita Para Fazer Um Herói (Reinaldo Ferreira) - A Noite É Nossa Amor (Dário de Barros - Carlos França) - 4 Verdades (António Aleixo/C Ramos) - Deixa Que Eu Cante O Meu Fado (Heitor Teixeira/F de Brito) - A Brisa Também É Vento (Fernando Luso Soares)

Lado 2
Olhos Marotos (Carlos França) - É Urgente Mais Flores (João Apolinário/Acácio Gomes) - Pique-Nique De Burguesas (Cesário Verde/A Marceneiro) - Imagem Da Saudade (Dário de Barros/fado menor) - Fado Recordado (Carlos França) - Lua De Sangue (Fausto Correia Leite/Carlos França)

O curioso são as colaborações neste LP. Eis algumas delas: António Chaínho, Martinho d'Assunção, Luiz Waddington, Edmundo Silva, Luiz Moutinho....

Poemas de Fernando Pessoa, Cesário Verde, António Aleixo, Reinaldo Ferreira, Fernando Luso Soares.

15 comentários:

Teresa disse...

Que giro!
Nunca o ouvi, mas lembro-me de que era primo de uns vizinhos de barraca em S. Martinho, era eu miúda.

Eduardo F. disse...

E isto será de que ano?

Ou por outra, mas afinal de quando data a gravação mais antiga do António Chainho?

Puxa, que o Homem anda nisto há mesmo muitos anos...

Anónimo disse...

Phado

Anónimo disse...

Petição para que o ié-ié passe a ter etiqueta Fado ou Phado

http://www.peticao.com.pt/phado-LPA

ié-ié disse...

Ah! Ah! Boa! António Chainho começou a carreira discográfica em 1966.

LT

Eduardo F. disse...

Boa informação.

São muitos anos nisto, de facto...

:)

gps disse...

Googlando, fui ter a um blog no qual coloquei um comentário no dia 14-04-2010

http://istoeespectaculo.blogspot.com/2009/04/dario-de-barros-cantor.html

"HOJE POUCOS SE LEMBRAM DESTE NOME E DESTA VOZ....DÁRIO DE BARROS FOI UM HOMEM DAS CANTIGAS QUE MARCOU UMA ÉPOCA,JÁ NOS DEIXOU Á ALGUNS ANOS E POUCO OU NADA SE FALA DELE,FICA AQUI REGISTADA A MEMÓRIA."

Era actor. Emigrou para a Venezuela onde gravou 3 discos, um deles com Poesia portuguesa.

Teve uma morte trágica após ter sido preso.

Segundo Luís Duval (no referido blog) terá sido confundido com um traficante de droga

gps disse...

Errata:

onde coloquei um comentário em 2009

E o Bissaide também já por lá passou :)

gps disse...

Já assinei a petição. Quando é entra em vigor a etiqueta "fado" ?

Anónimo disse...

Gostaria muito de saber onde e como encontrar trabalhos deste cantor/actor que vi actuar ao vivo,na sua terra natal A-da-Gorda de Óbidos, que é também a minha terra.
Há uns dois anos consegui que me emprestassem um vinil"É URGENTE MAIS FLORES" e mandei copiar em cd.
Sempre achei fascinante a sua história de menino da aldeia... e que bem soube escolher os poetas que cantava!...Cantava também poemas de sua autoria, um deles, muito bonito, dedicado a sua mãe. Estou impressionada,com a forma cruel como foi assassinado, acho que nem os famíliares aqui na aldeia, sabem.
De qualquer modo estou muito sensibilizada e agradecida por ainda ser lembrado.

ié-ié disse...

Não deve ser fácil, mas procure nas lojas de vinil, nas feiras de antiguidades ou nos habituais sites de leilão - miau e/ou leiloes.net.

LT

gps disse...

Afinal onde é que encontrou o seu exemplar ? O que é que motivou esta repescagem ?

ié-ié disse...

ESte é mesmo meu! Comprei-o num leilão online.

LT

mario santos disse...

Se alguém quiser gravações do Dario de Barros, algumas delas de vinil para cd, possuo alguma coisa e posso ceder:

dário de barros / música pedro jordão
liberdade tem cuidado que te matam
dario de barros show - é urgente mais flores
ay portugal por que te quiero tanto
dario de barros na ilha maravilha - madeira
X13

e mais alguns eps:
pais decimal / a nossa voz não se eleva / fado erótico / fado da infância roda rpe 1109
lisboa porquê voltar?/meu pássaro branco/ninguém dirá que me queres/o desenho redondo do teu seio roda rpe 1414
olhos marotos / sonho afadistado / quatro verdades / imagem da saudade estudio EEP 50179
hipocrisia / canoa na praia / se as flores por mim chorarem / shake my hand (coladera) fermata 302.1013
nem amor pode ser livre / o desaparecido / as cores perderam cor / fado do tempo vazio alvorada ep-40-1097

basta pedirem por email - mariosantosf54@gmail.com

bairro do vinil disse...

Creio existir muita especulação sobre a morte de Dário de Barros... Que faleceu sim, é verdade, em 1991 na Venezuela. Na certidão de óbito, a causa da morte foi ataque de asma. Essa é a única verdade oficial. Há cerca de um ano troquei uma mensagem com o médico que lhe atestou o óbito e essa foi a causa que ele referiu. Agora, se a verdade oficial é mentira, isso não saberemos, mas não creio...